Um país de muitas cores e tons: Jordânia

A estação era quente, o sol surgia no horizonte irradiando força e luz naquela manhã de sábado. O dia tinha a cor alaranjada em diferentes tons dependendo do movimento da terra em torno do sol. Apesar de estar no alto de um monte, não havia brisa naquele dia, mas havia muito calor do lado de fora e de dentro do coração, era dia de distribuição de cestas básicas para os refugiados sírios. A pergunta do dia era: Como fazer a diferença na vida de quem perdeu tudo, de quem não tem mais esperança?

Pode parecer fácil dizer que se pode ajudar entregando uma cesta básica ou dando uma palavra de incentivo, mas a verdade é que para quem perdeu tudo, só Deus sabe dos anseios mais profundos da alma dessas pessoas. Naquele dia, em especial, fui para ajudar na distribuição de mantimentos, mas eu é quem fui surpreendida. Cada sábado, para mim, era um desafio ver aquelas pessoas tão carentes de tudo, aquelas mulheres com seus filhos agarrados em suas abayas ou em seus colos vindo à Igreja receber alguma ajuda. Um simples “seja bem-vindo” já era uma palavra de conforto. Mas, este sábado específico, trazia um sorriso que eu não esperava receber, afinal estava ali para dar, para me entregar e não o contrário. Estava na porta ajudando a organizar a distribuição e controlando a passagem das pessoas, quando de repente, correu na minha direção e parou na minha frente um garoto, um menino de uns 9 anos de idade, parou e sorriu, eu o abracei e o beijei como se ele fosse meu filho e, naquele momento, senti que Deus sorriu para mim. Aquele menino refugiado sírio fez do meu dia, um dia muito feliz com seu sorriso sincero.

Às vezes, cruzamos os mares pensando estar levando Jesus para o outro lado do mundo, mas para nossa surpresa, nosso Senhor já está lá, só vamos nos juntar a Ele e não o contrário. É neste encontro com o Deus de amor, em nossa obediência e doação, que Ele sorri para nós na face de um menino. Que você possa ouvir Sua voz tão doce e suave e ser uma benção onde quer que Ele te envie!

Irmã Samira

Compartilhe:

Você também poderá gostar:

3 comentários

Deixe seu comentário!